• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Vídeo emocionante mostra família ouvindo o coração de seu filho no peito de outro homem

POR Cristyele Oliveira    EM Compartilhando coisa boa      07/02/19 às 13h29

Ser um doador de órgãos é uma escolha que exige muita compaixão pelos outros. Uma forma de continuar vivendo através de outras vidas, vidas que você se propôs a salvar, sem ao menos saber quem são pois essas pessoas que irão receber os seus órgãos. A doação de órgãos é um ato de caridade e amor ao próximo. É tirar o melhor da tristeza da perda e transformar isso em vida.

E foi isso que o jovem Matthew Heisler escolheu por fazer. Matt, como é chamado pela família e amigos, quando tinha apenas 16 anos foi renovar a sua carteira de motorista e já aproveitou para se inscrever para ser doador de órgãos.

Tom Meeks é um veterano de guerra aposentado do Vietnã, que foi diagnosticado com uma doença rara no coração, chamada de amiloidose, e os médicos o informaram que ele não conseguiria sobreviver sem um transplante de coração.

E a vida fez com que as histórias desses dois homens se encontrasse em uma emocionante lição de amor.

A tragédia

Em novembro de 2014, a família Heisler recebeu um telefonema que ninguém deseja receber. Em um domingo, o telefone tocou com a notícia da morte do filho deles, Matt.

"Estava sentada nos degraus e eu ouvi meu pai dizer: 'Você tem certeza que é Matt?'", conta Casey Heisler, irmã de Matt. "Pensei que eu estava sonhando".

Matthew, 21 anos, era estudante da Universidade de Dakota do Norte, e morreu em um incêndio na sua casa. O seu companheiro de quarto, Ryan Nelson, chegou a retirar Matt da casa em chamas, e ainda tentou realizar massagem cardíaca no jovem até a ajuda chegar. Os médicos informaram que o coração do rapaz parou de bater duas vezes, e em seguida, já não havia mais nenhuma atividade cerebral.

Enquanto a família Heisler recebia a triste notícia, Tom Meeks, que estava à espera de um transplante de coração há três anos, recebeu a ligação que tanto esperava. Ele, que antes de ser colocado na lista de espera, tinha sido rejeitado cinco vezes por hospitais diferentes por não completar os requisitos exigidos, agora teria um coração que tanto precisava.

A vida

"Ele tomou a decisão de que se a vida escorregasse das suas mãos, ele iria dar vida a outra pessoa", conta Jared Heisler, pai do rapaz.

E sua decisão significou muito para Tom, que esperou três anos por uma salvação, e que agora vive com o coração de Matt, e também para outras 60 pessoas que foram beneficiadas com a sua decisão. Outras vidas foram salvas graças a generosidade do jovem.

Oito meses depois da sua morte, os pais e a irmã mais nova Casey, tiveram a oportunidade de conhecer Tom, e poder escutar o batimento cardíaco de Matt dentro do seu peito.

- Isso é incrível - disse Jared Heisler depois que ouviu.

O vídeo desse encontro é realmente emocionante, tente segurar as lágrimas.

Próxima Matéria
Via   Buzz Nick     Extra  
Imagens Familia
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+