icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Vídeo impressionante mostra como uma infecção pode se espalhar pelo contato

POR Bruno Dias EM Curiosidades 14/05/20 às 16h11

capa do post Vídeo impressionante mostra como uma infecção pode se espalhar pelo contato

A pandemia de coronavírus já se tornou uma emergência de saúde pública global, com novos casos da doença a cada dia. Enquanto uma vacina para a doença ainda não fica pronta, a principal preocupação agora e evitar o contagio da doença. Até então, a principal forma de contagio era por vias respiratórias e contato com pessoas infectadas.

Desde que o vírus foi identificado ele tem gerado várias dúvidas e receios nas pessoas. Por causa disso, os órgãos oficiais indicaram as medidas que são necessárias, para tentar diminuir a disseminação do vírus.

Uma das recomendações é manter as mãos sempre limpas e evitar levar microrganismos para os olhos, boca e nariz. A forma de transmissão do coronavírus ainda estão sendo investigadas. Mas segundo o Ministério da Saúde, o vírus costuma ser disseminado pelo ar ou contato pessoal com secreções contaminadas.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, o coronavírus pode também sobreviver nas superfícies durante algumas horas ou então até dias. Por isso, a recomendação nesses tempos é de sempre lavarmos as mãos, usar máscaras e ter uma boa higiene no geral.

Experimento

Mas como o coronavírus, assim como qualquer outro vírus, é impossível de ser visto a olho nu, às vezes, fica difícil para a maioria das pessoas entenderem o porquê dessa preocupação toda. E até mesmo a forma com que ele se espalha.

Por isso, a NHK, rede pública de radiodifusão do Japão, fez um vídeo para mostrar como essa infecção acontece de forma rápida. E no vídeo, é possível vermos os "vírus" se espalhando.

A NHK, junto com especialistas em doenças infecciosas da Faculdade de Medicina da Universidade St. Marianna, em Kawasaki, preparou um grande buffet para 10 pessoas. Eles escolheram uma pessoa para ser a "infectada" e colocaram um pouco de tinta fluorescente na mão dessa pessoa.

Essa tinta era para simular uma tosse nas mãos. As pessoas aproveitaram o buffet durante 30 minutos. E quando as luzes fluorescentes foram ligadas, com certeza, todos se sentiram um pouco doentes quando viram a propagação que aquele pouco de tinta tinha tomado.

No vídeo é possível ver que a "infecção" ficou em todo lugar. A tinta se espalhou pelas mãos de todas as pessoas presentes. E três delas tinham tinta até no rosto.

A equipe viu que os responsáveis principais por essa propagação foram as pinças, tampas dos pratos e alças das jarras de bebida. Com essa simples demonstração, é possível ver a facilidade que os germes têm de se propagar e se espalhar por um ambiente através das superfícies contaminadas.

Recomendações

A OMS continua com a recomendação para todas as pessoas de lavarem as mãos regularmente sem encostar na boca, olhos e nariz. Além de se manter a uma distância de, pelo menos, um metro e meio de outras pessoas. Esses cuidados ainda são as melhores formas de se prevenir uma possível contaminação por COVID-19.

A NHK e os especialistas fizeram um segundo experimento. Mas dessa vez respeitando as regras de higiene durante o buffet. Os pratos formam separados, as pinças trocadas e as pessoas incentivadas a higienizarem as mãos com frequência. Nesse experimento ninguém foi infectado.


Próxima Matéria
avatar Bruno Dias
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest