icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Vírus misterioso da China foi confirmado no Japão

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      17/01/20 às 18h34
capa do post Vírus misterioso da China foi confirmado no Japão

As autoridades de saúde da China estão em alerta, já que o país vive uma nova epidemia. O vírus que causa uma doença respiratória atingiu, no mínimo, 44 pessoas esse mês, na província de Hubei no país. A princípio, os médicos pensaram que era a síndrome respiratória aguda grave, que foi um vírus fatal e muito contagioso que assombrou o país em 2003.

Mas depois de estudos, as autoridades disseram que a condição era, na verdade, causada por um coronavírus que era, até o momento, desconhecido. As patologias que esse vírus causa variam na sua gravidade. Elas podem ir de uma simples gripe, até uma síndrome respiratória aguda grave. Ou ainda, chegar a uma síndrome respiratória por coronavírus do Oriente Médio.

Esse novo vírus foi descoberto quando os pesquisadores chineses sequenciaram geneticamente uma amostra do vírus, coletada de um paciente.

Agora, o Japão confirmou um caso por esse vírus misterioso que surgiu na China. De acordo com que as autoridades japonesas disseram, ele é da mesma família do mortal SARS. E parece ser a segunda vez que esse novo coronavírus foi detectado fora da China. A primeira, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), foi um caso na Tailândia.

Japão

Segundo o Ministério da Saúde do Japão, o homem fez uma visita à cidade chinesa de Wuhan, que teoricamente foi o epicentro do surto, e foi hospitalizado no dia 10 de janeiro. Isso foi depois de quatro dias que ele tinha voltado para o Japão.

Os testes que foram feitos no paciente enquanto ele estava hospitalizado confirmaram que ele tinha sido infectado com o novo vírus. "Esta é a primeira descoberta doméstica de um caso de pneumonia relacionado ao novo coronavírus", afirmou o ministério em comunicado.

"Continuaremos a pesquisa epidemiológica ativa, ao mesmo tempo em que coordenamos os esforços com a Organização Mundial de Saúde e agências relacionadas para conduzir uma avaliação de risco", continuou o ministério.

Até o momento esse surto já matou uma pessoa e fez mais de 40 pacientes em Wuhan. A preocupação por causa desse vírus é grande porque ele é da mesma família de um que matou 349 pessoas na China continental e 299 em Hong Kong, em 2002 e 2003.

O centro do surto, de acordo com as autoridades de Wuhan, era um mercado de frutos do mar, que foi fechado no dia primeiro de janeiro.

As autoridades japonesas disseram que o homem não tinha visitado esse mercado. E que era provável que ele tenha entrado em contato com alguém infectado, enquanto estava na cidade chinesa.

Surto

A imprensa foi informada pelo funcionário do Ministério da Saúde, Eiji Hinoshita, que o risco de a doença se espalhar, por causa desse paciente infectado no Japão, é bastante baixo. Até porque as pessoas, que estiveram em contato com ele, passaram por verificações muito cuidadosas.

"Neste momento, sentimos que é improvável que isso leve a um surto dramático", disse ele.

Nenhuma informação sobre o homem foi dada como, por exemplo, sua nacionalidade. As autoridades disseram que isso era por causa de preocupações com a privacidade do paciente. Mas segundo a mídia local, se tratava de um cidadão chinês de 30 anos e morava em Kanagawa, a sudoeste de Tóquio.

O Ministério da Saúde japonês recomendou as pessoas que tivessem tosse ou febre, depois de visitar Wuhan, que usassem uma máscara cirúrgica e fossem rapidamente a um hospital.

Além disso, Hinoshita diz que o país precisa estar preparado antes do Ano Novo Lunar. Isso porque, nessa época, as viagens partindo da China são bastante comuns. "É esperado que o Japão receba muitos visitantes da China", disse ele.

Transmissão

Ainda não é claro se esse vírus misterioso pode ser transmitido entre humanos. Mas nessa semana, as autoridades disseram que é possível que ele se propague dentro de uma família.

A paciente da Tailândia, que foi diagnosticada, está com uma condição estável. E ela disse que também não tinha visitado o mercado de frutos do mar.

As autoridades de Hong Kong disseram que várias dezenas de pessoas foram hospitalizadas com febre ou sintomas respiratórios. Todas elas, após viajarem para Wuhan. Mas nenhum caso do novo vírus foi confirmado, pelo menos, até agora.


Próxima Matéria
avatar Bruno Dias
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest