icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Você acredita em Teorias da Conspiração? Seu cérebro é diferente dos que não creem

POR Lucas Curado EM Ciência e Tecnologia 03/11/17 às 13h42

capa do post Você acredita em Teorias da Conspiração? Seu cérebro é diferente dos que não creem

Conspirações sempre fizeram parte da humanidade e sempre farão. É comum que a curiosidade nos faça buscar a verdade para saciar nossa angústias. Dessa forma, surgem diversas teorias e crenças para justificar nossas buscas por essa verdade. Quando um grande evento acontece, principalmente um que marque a história de maneira negativa, é comum surgiram várias teorias, sendo algumas delas, bem mirabolantes. Teorias do tipo que diz que quem armou a queda das Duas Torres em Nova York foi o próprio governo Americano ou sobre grupos secretos que controlam o mundo. A questão é: até onde existe verdade nessas explicações e onde existe mentiras?

Para entender se uma teoria conspiratória é real ou não é necessário primeiramente entender como funciona a mente de uma pessoa que identifica e seleciona padrões para fundamentar suas teses. O que nos traz a nossa grande pergunta. Como funciona a mente de uma pessoa que cre nessas teorias?

Teóricos da conspiração

Uma pesquisa foi feita com pessoas que acreditavam e criavam teorias conspiratórias. Teorias do tipo "o homem nunca pisou na lua" ou que a "terra é plana". Bom, a pesquisa utilizou de 264 candidatos para entender o quanto essas pessoas acreditavam no que essas teorias diziam. Os candidatos foram pontuados em um rank de crença de 1 a 9. Na primeira etapa os candidatos foram orientados para tentar achar padrões em uma sequência de aleatória de moedas. Na segunda etapa, eles foram orientado para adivinhar a próxima sequência.

Também foi usado de pinturas do do pintor Jack Pollack, que basicamente são "splashes" de tinta numa tela, e pedido aos candidatos que também achem os "padrões". O resultado foi que os conspiracionistas acharam padrões onde não existia nenhum. Foi identificado que fatores externos influenciam fortemente na identificação de evidências inexistentes. Por exemplo, uma pessoa que leu um artigo conspiratório consegue achar padrões inexistentes em certos eventos porém o que é identificado nada se relaciona com o evento em si.

Padrões ilusórios

O ser humano necessita achar padrões por uma questão de sobrevivência, se não cometeríamos sempre os mesmos erros. Contudo, pessoas que criam e acreditam nas teorias da conspiração tendem a achar fatos onde não existem. Teóricos da conspiração acreditam em muitos padrões ilusórios. Muitas dessas pessoas começam a crer tão fortemente em suas descobertas, muito pela sensação de satisfação, que elas fecham as portas para outras possibilidades ou refutações.

Claro, nem todas as conspirações são falsas ou "paranóicas" (como muitos dizem), por exemplo, a descoberta de um esquema de lavagem de dinheiro pelo HSBC para traficantes surgiu como uma conspiração que se mostrou verdadeira.

Telefone sem fio

Esse fenômeno não ocorre somente em pessoas que estão no campo da conspiração. Muitos mitos e superstições em nossa sociedade surgiram dessa maneira ao longo da história. Um exemplo disso é o conceito de boa e da má sorte, que é basicamente a identificação de padrões em situações aleatórias e desvinculadas umas das outras, que fundamentam uma crença falsa.  Conspiracionistas ao fundamentarem suas teorias, muitas vezes se sentem satisfeitos (como já foi dito).

Essa satisfação, junto desses padrões ilusórios, faz com que estes procurem informações que estão completamente desvinculadas com a situação em questão, dessa forma justificando e reforçando seus pontos de vista pessoais. Em outras palavras, muitos deles acreditam tão fielmente que estão corretos, que mesmo se apresentarem evidências concretas refutando suas teorias, tais provas serão negadas por eles.

Com essas crenças infundadas, a teoria construída se torna "poluída" de informações incorretas ou não relacionadas. Contudo, como já foi dito, nem todas as teorias de conspiração estão erradas. Sempre haverá uma ou outra que trará consigo a verdade.

E aí o que achou da matéria? Qual teoria da conspiração mais te dá mesmo? deixe seu comentário aqui embaixo e até a próxima!


Próxima Matéria
avatar Lucas Curado
Lucas Curado
Não só redator... Como também músico e compositor. Amante de um bom humor ácido e memes.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest