icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


Você é muito mau humorado? Isso pode ser uma doença séria

POR Fatos Desconhecidos (Acervo) EM Curiosidades 24/08/15 às 13h45

capa do post Você é muito mau humorado? Isso pode ser uma doença séria

Você é o tipo de pessoa que fica mau humorada frequentemente? Fica bastante irritado e se preocupa excessivamente mesmo quando as coisas parecem estar indo bem? Não tem mais interesse em quase nada, mesmo nas coisas que gostava de fazer?

É melhor ficar de olho, você pode sofrer de uma pertubação psiquiátrica grave, bastante comum entre os brasileiros: a distimia. Ela é uma espécie de mau humor crônico e pode acabar interferindo na vida da pessoa e de quem convive com ela, seja em casa ou no trabalho.

O grande problema é que a distimia é difícil de ser diagnosticada, porque muitas vezes é confundida com um mau humor comum. Por isso, caso você perceba que a sua irritação está além da conta, é melhor ficar de olho.

De acordo com os especialistas, a diferença entre a doença e o mau humor está no fato de que os distímicos não são apenas mau humorados, eles também sentem tristeza, são pessimistas e tem uma baixa auto-estima.

Além disso, quem sofre de distimia deixa de ter prazer em fazer as coisas que gostava antes. A doença pode aparecer na adolescência ou quando o paciente já é um adulto.

O mais preocupante é que ela pode durar a vida toda se não for tratada, por isso, muitas vezes a condição é confundida com um traço da personalidade.

Não se engane, a distimia é um problema sério que pode causar isolamento social e pode fazer com que a pessoa tenha depressão.

Mais comum do que parece

De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde, cerca de 3% da população pode ser atingida pela doença. As mulheres têm duas vezes mais chances de desenvolver distimia do que os homens.

O tratamento dura cerca de dois anos e, caso a doença não seja identificada e não haja intervenção médica, as chances do quadro desencadear depressão é de mais de 70%.

É como se a distimia fosse um subtipo de depressão, que não chega a fazer com que a pessoa se isole, e deixe de fazer suas atividades cotidianas.

O distímico consegue trabalhar, ir a compromissos sociais e praticar esportes, mas a vontade de fazer essas atividades, além do prazer e satisfação em fazer essas atividades é comprometido.

Como saber se eu tenho distimia?

Para diagnosticar a distimia, além do mau humor associado a uma tristeza prolongada, a pessoa precisa apresentar pelo menos dois destes sintomas:

Oscilações do humor (irritado ou deprimido);
Dificuldade em aproveitar o lado bom da vida;
Dificuldade de concentrar-se ou tomar decisões;
Insônia ou sonolência: acordar várias vezes à noite e sentir-se cansado pela manhã;
Dificuldade de concentração e de memória, mesmo para atividades lúdicas (ex: assistir um filme);
Somatizações (ex.: dores de cabeça, fadiga crônica);
Desesperança;
Aumento ou diminuição do apetite;
Sentimentos de incapacidade e menos valia;
Em crianças: irritabilidade e manhas;
Em adolescentes: isolamento, rebeldia, abuso de drogas e irritabilidade.

O tratamento é realizado com medicamentos e também terapia, não é possível tratar o paciente que sofre desse transtorno com apenas uma dessas coisas. Se você se identificou com os sintomas, o melhor a fazer é procurar ajuda e manda o mau humor crônico pra bem longe.


Próxima Matéria
avatar Fatos Desconhecidos (Acervo)
Fatos Desconhecidos (Acervo)
Acervo, matérias feitas antes do ano de 2015.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest