• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Você venderia seu rosto por US$ 128 mil? Essa empresa quer comprar

POR Jesus Galvão    EM Ciência e Tecnologia      17/10/19 às 18h17

Se você é um entusiasta do mundo da tecnologia, talvez, esta seja sua chance de ser, literalmente, o rosto de uma empresa de robótica. Uma empresa de tecnologia está à procura de um rosto para sua nova linha de robôs assistentes para idosos.

Assim, se você tem um rosto 'amigável' e deseja ganhar a bagatela de US$ 128,000, ou aproximadamente R$ 532.339,20 em conversão direta, você pode enviar sua inscrição. Sim, é verdade que isso parece algo saído do enredo de algum filme de ficção. Porém, é tudo bem real.

Em síntese, a empresa de capital privado optou por manter sua identidade anônima, devido à "natureza secreta" do projeto. Do mesmo modo, a ideia se encontra em desenvolvimento há cinco anos, e a fabricação dos robôs está prevista para começar no próximo ano.

O objetivo inicial é produzir "potencialmente milhares de versões dos robôs em todo o mundo". A empresa de engenharia, Geomiq, com sede em Londres, está ajudando a desenvolver o projeto. Além do mais, serão eles os responsáveis por encontrar o rosto perfeito para os robôs.

O anúncio do projeto nos dá poucos detalhes. Por outro lado, a Geomiq nos informa que mais informações serão reveladas aos candidatos selecionados em outras fases do projeto. "Os detalhes do projeto são escassos devido a um acordo de não divulgação que assinamos com o designer e seus investidores", explicou a Geomiq. "[...] A empresa acredita que o robô estará "em breve disponível" para o público e espera que a campanha crie um burburinho extra antes de seu lançamento final".

O rosto de uma empresa

Em suma, a pessoa escolhida terá suas características físicas, reproduzidas em milhares de "amigos virtuais. É uma oportunidade única na vida para a pessoa certa; espero que possamos encontrá-los", disse um porta-voz da Geomiq. Em sua página na internet, a Geomiq reconhece que licenciar o rosto de uma pessoa, a uma empresa de robótica sem nome, por toda a eternidade é "potencialmente uma decisão extremamente grande".

Talvez, por isso, existam tantas pessoas céticas quanto ao "processo seletivo".  Independentemente dos pontos mais importantes do acordo. Além do mais, as pessoas começaram a questionar por qual motivo o projeto não utilizou a tecnologia da Generative Adversarial Network (GAN), para criar rostos humanos falsos.

Em suma, a tecnologia ainda se encontra em desenvolvimento. Porém, ela já foi usada para criar rostos falsos tão realistas, que pessoas reais foram incapazes de afirmar que não pertenciam a uma pessoa genuína. "Essas pessoas já ouviram falar de GANs? Já existem conjuntos de dados com 100 mil faces realistas (mas não reais) disponíveis", disse uma usuário em sua conta no Twitter. "Meu palpite é que podemos codificar um bom gerador por menos de 100 mil dólares".

"Por que eles simplesmente não geram um rosto? Tão desnecessário exigir um rosto real ligado a uma pessoa viva", acrescentou, no Twitter, uma outra pessoa. "Estou perdendo algo?", disse a usuário.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Já pensaram em ter seu rosto reproduzido em milhões de robôs pelo mundo? Deixem nos comentários a sua opinião, seu feedback é muito importante para nós. Posteriormente, não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+